domingo, 14 de outubro de 2007

Quem fizer gol ganha

Meu marido gosta de futebol. Pior, torce pelo inter. E toda vez que eu faço algum comentário sobre o fato dele assistir a alguns jogos ele sempre retruca: mas só os do inter. Como todo bom torcedor, o kit tem que ser completo: jogo na TV, comentários pós jogo no rádio e a fatídica mesa redonda do domingo à noite. Essa é de doer. Eu até já me acostumei com o fato de que narrador/comentarista de futebol ganha a vida pronunciando obviedades do tipo "tá zero a zero, quem fizer gol ganha". Mas o que não entra na minha cabeça é como esses caras que comentam futebol conseguem ficar mais feios e chatos a cada semana que passa. Acabei de passar pela sala e o susto com o cabelinho Xororó de um me fez vir até aqui escrever isso. Até sugeri pro marido ligar pro programa pra fazer alguma mobilização, vaquinha ou algo do gênero pra entregar pro cara, porque só falta de dinheiro pode justificar um cabelo daqueles.

3 comentários:

Eva disse...

Qyuerida, podia ser pior: teu marido podia ser louco por pôquer. E aí ele ia ficar vendo transmissão de jogos de pôques na TV a cabo. E ia fazer sessões de pôquer em casa. Aí ias ter caras com cortes de cabelo hediondos ao vivo, sentadinhos na tua mesa! Bjs

ale disse...

Ha ha ha!! Sempre reparei e odiei os modelitos que os comentaristas usam. Snao de doer também!!

venuss disse...

Essa é a Eva, sempre me ajudando a ver o lado bom das coisas. bêju!

ALE: eu nem falei dos modelitos, mas alguns são de chorar no cantinho, tens razão.