quinta-feira, 20 de março de 2008

Não realizo

Eu na sapataria aqui perto de casa esperando a moça buscar a mala que mandei consertar. O dono conversava com uma cliente freqüente (pra entender melhor: visualize uma loira, bonitona, uns 30, alta, saltão, ainda de óculos escuros e com 2 malas Louis Vuitton na mão. Ele, um baixinho meio careca, sujo de graxa de sapato e conversando num tom de quem entende das coisas). Quando cheguei, o papo já tava rolando:
- Mas eu não realizo isso.
- O que o senhor não realiza?
- Eu não realizo que ela casô com aquele cara.
- Por quê? Pela diferença de idade?
- Não, ele até pode ser velho.
- Mas qual é o problema?
- Ela é muito bonita. Se alguém me perguntasse as 10 mulher mais bonita que são minha cliente ela ia ser a número 1. Ela é atriz de novela. De novela não, de filme. Porque nos filme elas ficam mais bonita. Mas tu também é bonita, tá?
- Ah, mas vai ver ela tava carente.
- Mas ainda assim ela é muito bonita pra ele.
- E o senhor sabe que ela já é a terceira mulher dele.
- Pior ainda. E as outras devia ser tudo bonita também. Eu não realizo isso.

Quem não 'realiza' fofoca nessa intimidade com o sapateiro sou eu.

4 comentários:

ale disse...

Ha ha ha!!! Que cena surreal essa! Vai ver ele é americano ou inglês e fica traduzindo ao pé da letra "I don't realize". Ha ha!!

Maroto disse...

a loira pediu o endereço do sujeito, aposto. Alguma coisa ele tem.

Eva disse...

Adorei o esquete insano.

Toninho Moura disse...

Fofoqueiro o cara, não?