quarta-feira, 26 de março de 2008

111,14

Aqui em casa, não se liga do telefone fixo pra celular, exceto se houver um bom motivo. Meu marido não liga porque sabe que não faz sentido pagar mais, minha filhinha não liga (ainda) porque é pequena (mas logo ela vai tirar a diferença, eu sei), eu não ligo porque odeio pagar muito podendo pagar menos e, já que inventei a regra, também preciso dar o exemplo, as duas gatinhas não ligam porque, como todo mundo sabe, gatos são muito mais espertos que humanos e se comunicam por telepatia.
Ninguém liga, portanto.
Quer dizer, ninguém, vírgula.
Porque a empregada liga, e liga muito.
No mês passado, ela gastou a bagatela de R$ 111,14 ligando do meu fixo pro celular de Deus e do mundo. Eu sei, porque, apesar da hipermetropia que ataca irremediavelmente a gente quando os enta se impõe, debulhei a conta do telefone. Verifiquei tudinho, tintim por tintim (pior que me fazerem de boba é eu ser injusta com alguém). Então: a conta chegou, levei um susto, fui verificar, perdi horas, ganhei (mais) rugas em torno dos olhos, e infelizmente achei a culpada.
Isso que, na contratação combinamos muitas coisas, inclusive o uso do telefone.
Isso que, uns meses depois da contratação, reforcei a combinação.
Isso que comentei várias vezes com ela que ligar de fixo pra celular era caro, e a aconselhei a não fazer isso em casa. Na casa dela ela com certeza ela não fez mesmo, porque não é boba. Mas aqui em casa, como ela acha que sou boba, fez.
Minha empregada ligou, ligou muito. Ligou pro marido, pro cunhado, pra prima, pra vizinha, pra manicure da filha da tia-avó, pro tratador do gnu do contraparente da enteada da prima do ex-marido.
Só não ligou pra mim.

6 comentários:

venuss disse...

Putz! Vais ter que comprar um aparelho que não disca, só recebe, e toda a família vai ter que pagar o pato de ter que trocar o aparelho toda vez que quiser usá-lo. Já vi isso acontecendo em casa com adolescente falador descontrolado, mas ainda não tinha visto em casa com empregada com muitos parentes.
Aqui em casa a gente nunca teve problemas com isso. Mas tenho uma amiga que as filhas da antiga faxineira ligavam pra ela (minha amiga) a cobrar em qualquer dia e horário pedindo que ela (minha amiga) ligasse pra mãe delas dando tal e tal recado. Detalhe: minha amiga ligava!

Enio Luiz Vedovello disse...

Duas alternativas eficientes e que podem ser simultâneas:
1 - Cobre as ligações dela. Mesmo que seja um pouco por mês.
2 - Contrate o serviço de bloqueio de ligações para celular.

Jane Murback disse...

A pergunta que não quer calar (e que me faço semanalmente) é: por que somos reféns das empregadas?

Toninho Moura disse...

Aproveite que ela está procurando outro emprego, e de-lhe um pé na bunda!
Braços!

Penkala disse...

puta que pariu! 111!

eu teria pena de cobrar do salário por coisas estragadas (se bem que tem coisas que vou te contar!), mas isso é sacanagem da mulher! acho que rola mesmo isso de sermos reféns. no fim das contas, tu não desconta por pena e não demite porque pra encontrar outra dá trabalho.

ô merdinha...

ale disse...

Uau! 114 pilas é muito dinheiro! Depois nos conta qual medida tu tomou.