quinta-feira, 27 de março de 2008

La invidia es una merda

Esse post eu dedico pra minha amiga Gis, com quem andei trocando figurinhas sobre o assunto.

Conta uma antiga lenda que um certo velho mercador judeu estava sempre de bem com a vida, enquanto outros se viam às voltas com maledicências, comentários nefastos y otras cositas más que tem a ver com inveja alheia.
Perguntaram o velhote qual a receita daquela paz de espírito.
Ele respondeu:
"Quando vou à feira fazer meus negócios e tudo vai muito mal, volto dizendo que as coisas foram maravihosamente bem. Assim, eu fico infeliz porque não lucrei nada, e meus inimigos também ficam infelizes, porque pensam que me dei muito bem. Quando vou à feira fazer meus negócios e tudo vai otimamente bem, volto dizendo que foi péssimo. Assim, eu fico feliz porque ganhei dinheiro, e meus inimigos ficam felizes porque pensam que me estrepei."

Não é maravilhosa essa historinha?

4 comentários:

Toninho Moura disse...

Pois é, o silêncio é de ouro!
Braços!

Gis disse...

Maravilhosa. Preciso aprender a lição! :-)

venuss disse...

adorei! Ainda mais que sou bocuda e bobinha e vivo contando as coisas pras pessoas achando que todo mundo vai ficar muito, mas muito feliz junto comigo.

Ah, vá tomar sorvete na testa pra ver se aprende!

Eva disse...

TONINHO, GIS, VENUSS: pois é, a história é muito boa, né? acho que, depois de contar mais umas 400 vezes, eu também vou me conscientizar disso e fazer as coisas do jeito certo. :-D