quinta-feira, 22 de novembro de 2007

A perseguida e a perseguidora

A ausência de calcinha tem sido um dos temas preferidos - ou o tema preferido - da mídia que cobre (nesse caso, ficaria melhor dizer descobre) as personalidades midiáticas. A venuss já mapeou bem o fenômeno.
Mas pra além da perseguida, outra personagem também tem lá seu espaço no imaginário inútil da sociedade do espetáculo.
É ela, nosso karma, nossa cruz, a que nos persegue desde adolescência.
Aquela que faz o lucro das Lancômes, Naturas & etc. disparar.
Que nos faz correr, malhar, suar e fingir que acreditamos em coisas como drenagem linfática.
A que confere existência real a nós mulheres, como definiu um dia uma alma caridosa e superpoliana, capaz de ver um lado bom até nisso.
Falo da nossa inimiga íntima, celulite.
A mídia adora mostrar que lindas também têm.
Mas o pior disso é que essas notícias me fazem ver que eu, além de ter celulite, ainda por cima sou uma baita invejosa, porque sinto aquele prazerzinho feio, muito feio, quando vejo que as bonitas e famosas também têm defeitos.

5 comentários:

venuss disse...

E viva a celulite da Sarahyba!

Maroto disse...

a Ivete Sangalo andou fazendo um show assistido por espiãs minhas que juram que ela também tem! Agora pergunta se elas ficam hooooras sentadas escrevendo dissertação e tese? Pergunta se lêem na esteira? Pois é...

Enio Luiz Vedovello disse...

Eu continuo achando que vocês,, mulheres, precisam perder o mito de que a photoshopada da playboy do mês existe de verdade...
Celulite é normal, significa "siga por aqui" em braile...

Eva disse...

ENIO: Hahaha, adorei a definição do braile.
MAROTO: A Ivetinha, é? E olha que são aqueles pernões que garantem uma parte do sucesso da moça. E nós somos ótimas, né? Pelo menos nossa celulite tem valor agregado.
VENUSS: isso mesmo, viva ela, viva eu, viva tu, viva a cara da tatu.

Sean Hagen disse...

*



o dia que muitas mulheres descobrirem que mau hálito e inhaca - por exemplo - é que incomodam, não estrias ou celulite, haverá menos brigas entre os sexos.




*