domingo, 13 de abril de 2008

Chumbreguice pouca é bobagem


Bichinhos s.r.d. tem de tudo que é tipo.
Tem os mais próximos do pedigree, aqueles que são quase de raça - tipo aqueles pseudocockers meio estranhos que as pessoas compram pensando que estão levando um autêntico, certamente descendente do cachorro da Virgínia Woolf ou coisa assim. Tem os não tão perto dos bons antecedentes, mas ainda assim não completamente desencaminhados. Tem os da turma nem-lá-nem-cá. Tem os que não apresentam traços de ascendência identificável. Tem os superviralatas. Depois tem a chinelagem. E mais depois ainda tem a nossa gatinha mais nova.
A gata da minha filha é muito, muito, mas muito vira-latas.
Tem a viralatice entranhada em cada mitocôndria da sua felina alma.
Começa que ela é tricolor. Gato tricolor é chinelo, vai dizer que não?
Depois, ela é que nem a Geni. Vai com qualquer um. Se vende por qualquer cosquinha ínfima atrás da orelha. Se aninha no colo sabe-se lá de quem ao ouvir o menor pspsps. E deixa nossa filha cometer as maiores atrocidades com ela, e ainda ronrona.
O rabo da criatura veio quebrado, coisa de nascença. Porque uma tragédia tipo atropelamento, rabo preso na porta ou coisa assim seria muito teatral, dramático, chique demais.
Cada pata tem uma cor, e o nariz é metade branco, metade ruivo. As almofadinhas das patas do bicho são todas manchadas. Mas isso não é nada. Pior é que as manchas ruivas dela também são manchadas. Sério.
E na cara ela tem sinais, e dos sinais saem uns pêlos enormes. Verruga com cabelão, saca?
A tal gata vive, claro, tentando lamber o prato da gente. A colher. O garfo. O copo. O guardanapo. Tentaria lamber o sousplait, se alguém que tem uma gata assim em casa usasse sousplait. Nossa gata come qualquer coisa sobre ou sob a mesa, de pedacinho de omelete a centopéia seca (ela comeu os dois ontem).
E pra beber, ela elegeu a água pós-banho que fica acumuladinha na borda do chuveiro - morna, meio suja, com sabor sabonete e certamente contendo alguns cabelos ou - oba, mia ela - pentelhos.
Com toda essa catchiguria, claro que ela merece se chamar de Nãossei.

6 comentários:

venuss disse...

ELA É LINDA! Digna de ser chamada de kukuti de tão amada que ela é. Eu, gateira de carteirinha, preciso conhecê-la!

Toninho Moura disse...

Ah! É um gato!

Beco dos felinos disse...

Quanto mais vira-lata melhor!!!! não existem dois iguais, são peças de colecionador.... kkkk

Os meus gatos tb são vira-latas...mas lindos!

Abraços

Cláudia

(obs: adorei o blog, muito divertido ;)

Beco dos felinos disse...

Obrigada pela visita !!!!!! é muito bom quando alguem vê o blog(que não seja eu, kkkkk)

A Tica tem outro apelido, mas achei um pouco cedo divulgar o tal, pois acho meio rude, kkkk
quando digo dengosa, entendam oferecida, daquelas que se mostra para qualquer um: porteiro, entregador de gas, só não se mostra pro leiteiro, pq não temos... assim, carinhosamente, tabém é chamada de Pu*a, (*=t) ou Pupu para os íntimos....

Bj
Cláudia

Cláudia disse...

Pois é venuss.... de madrugada teve o 1º round entre a Tica e o Toco....eu não ouvi nada, mas o marido saiu correndo da cama e me acordou... daí, tinha gato esparramado pela casa, do tipo: que aconteceu!!! fizemos nada!!.

Os Ticos, dormiram na casa conosco, e ficavam vigiando a porta para ver onde estava o intruso ! devem ter ficado com torcicolo, kkk

Hoje de manhã já estavam 5% melhores, kkk, até ficaram na lavanderia juntos...

obs: O Toco estava com um machucadinho no olho, por isso, saiu meio Amaral na foto....

bjs
Cláudia

Cláudia disse...

dormiram na cama... pois na casa todo mundo dormiu!