sexta-feira, 4 de abril de 2008

4 anos e um problemão

Minha filha acordou especialmente feliz, faceira, falante. E me contou que o Pedro-pedroca-nariz-de-pipoca (coleguinha do ano passado, que trocou de escolinha mas ficou morando nas memórias da minha pequena) hoje passaria na escola pra rever os colegas.
Minha filha passou 2007 inteiro fascinada pelo Pedro-pedroca-nariz-de-pipoca, então imagina quanto o reencontro de hoje significa pra minha criaturinha querida. Mas uns minutos depois do alegre despertar, a Mariana lembrou que o Pedro nunca quis ser namorado dela.
Que dor para uma mãe ouvir uma coisa assim. Como assim, esnobar a Mari? Onde já se viu? Minha filha é o máximo.
Simulei um ar depreocupado, quando na verdade o que eu queria era encher de osso o Pedro-pedroca-nariz-de-pipoca e tirar satisfação da mãe dele. E me saí com um fingidissimo "tudo bem, filha, não tem importância". Foi tão falso que acho até que minha voz estava esganiçada de tanta mágoa, tristeza, raiva, ira, fúria.
Ainda bem que minha filha respondeu, com um sorriso de orelha a orelha, que o Nicolas anda de balanço com ela e consegue se embalar muito alto.
Tomara que, apesar dos Pedros-pedrocas-narizes-de-pipocas, ela sempre consiga ter olhos para os Nicolas que gostam de ficar do ladinho dela.

8 comentários:

Toninho Moura disse...

Puxa, como ou gostaria de ter tido pelo menos uma filha, para ter o que comentar agora!

rejane disse...

Este post me caiu como uma luva!!! Sofri esta mesma dor ainda ontem, quando minha filha recém chegada da escola me contou chorando: - Mãe, a Lulu nuncar quer brincar comigo!!!!!
Meu mundo caiu. Como a Lulu pode ser tão sádica?????? Depois de um tempo saí do transe. Juro que não vou intimar a Lulu na entrada da escolinha! Apesar de vontade não faltar!!!rsrsrsr

Lu Brasil disse...

Ai, os corações de mãe estão sofridos essa semana, meu Lorenzo que vive para falar da amiga Jasmim ontem me disse "ela nao gosta de mim" e a voz foi tao assarada quanto pode estar arrasado por amor uma criança de 4 anos kakaka
Eu tb quereia ir la dar uns tabefes nesse garota sem bom gosto.

ale disse...

Quase sempre os Pedros-pipocas, que são os "populares" da escola se revelam uns babacas quando adultos. E os Nicolas surpreendem.

Penkala disse...

ok, agora meu coração tá totalmente cheio de band-aid. morri de dor.

já pensou alice sendo esnobada por um mandinho desses, assim? vou chorar litros no cantinho (quando ela for criança).

mas não fica assim, não, mulher. quando o meu pedro (o ernesto) tiver idade (ele nem tem existência ainda, que dirá idade) pra estar na escolinha, eu vou dizer que se ele achar a mari, filha da eva, que ele pelo menos goste de andar de balanço com ela.

até porque meu pedro vai ser um menino muito querido.

Eva disse...

Toninho: felizes de vocês, homens, que não têm a cobrança do relógio biológico. Ainda há tempo.
Rejane e Lu: Vocês não intimam a Lulu, nem a Jasmim, e eu não intimo o Pedro, e ficamos as três na vontade, combinado?
Ale: isso aí, viva os Nicolas (ou seriam os Nicolases)?
Penkale: oba, viva a Alice e o Pedro-que-não-é-pedroca-nariz-de-pipoca. Aliás, tu e teu maridão, tão queridos, bem que podiam providenciar a vinda de um dos dois, né?

venuss disse...

ela vai crescer e descobrir que o Pedro-Pedroca-nariz-de-pipoca é um boboca.

E ela vai continuar sendo uma lindoka.

E eu fazendo rimocas.

Enio Luiz Vedovello disse...

Basta ler os comentários acima para a conclusão ficar fácil: filhos (e mães, e pais) são todos iguais, só muda o endereço...