quinta-feira, 10 de abril de 2008

A alegria do banheiro II

Pior do que ter que ajuntar o Dove a cada banho que se toma é estar num hotel com um espaço pra banho minúsculo e o Dove no chão. Veja bem, essa história é verídica. Tragicômica. Pode figurar como uma dessas histórias que a gente conta quando quer fazer alguém rir um pouco. Da nossa desgraça, lógico.
Marido e eu viajando. O quarto do hotel não era ruim, mas o espacinho quadrado pro banho era algo digno de registro, mas mesmo assim esquecemos de fotografar. Pra terem uma idéia, quando eu colocava as mãos na cintura, tipo mulher pedindo explicação pra filho ou marido, os cotovelos encostavam nas paredes laterais. E isso que pra alta eu não sirvo. E o troço ainda não tinha box, era uma daquelas cortinas plásticas que insistiam em vir colar no corpo da gente. Eca.
No meio do banho começo a rir. Gargalhar. Chego a ficar com falta de ar. Marido vem ver o que se passa e digo que o sabonete caiu. Até aí nenhum novidade. Mas tente abaixar num lugar pequeno como esse pra pegar um sabonete sem encostar a bunda numa parede gelada ou na cortina eca eca. E o pior é que, num dos lados, na altura dos joelhos, tinha uma torneira compriiiida, daquelas que se usa quando só se quer lavar os pés.
E aí, pra que lado vocês abaixavam?

8 comentários:

Toninho Moura disse...

Quem projetou/construiu esse banheiro com certeza colocou uma câmera escondida!

Penkala disse...

nessas horas a gente dá uma de mocinha de saia e dobra os joelhos até quase sentar sobre os calcanhares e, meio de lado, pega o troço no chão e levanta de novo. classe até num "box" com cortina eca-eca.

venuss disse...

TONINHO: e deve trocer pra que todos os sabonetes caiam na hora do banho.

PENKALA: falando assim até parece fácil. Mas te abaixa tipo lady, de joelhos juntinhos e, invariavelmente, tu fica na ponta dos pés. E o Dove deixa o chão 50 vezes mais liso, como lembrou a Fer no outro post.

Enio Luiz Vedovello disse...

1 - Abra a cortina eca-eca;
2 - Saia do box, não se importando se está encharcando tudo;
3 - Abaixe-se e apanhe o Dove confortavelmente (ou ao menos um pouco mais confortavelmente);
4 - Termine o banho;
5 - Vista-se;
6 - Coloque aquele cartão de "Favor arrumar o quarto" na porta;
7 - Vá dar uma volta com o maridão até o quarto ficar pronto.

Maroto disse...

Lux, Palmolive, Phebo, Rexona - a mágica do capitalismo está na quantidade de opções! Todos da Procter & Gamble, eu sei, mas os formatos mudam, ainda que pouco

Anônimo disse...

Putz, pobre maridão... Deve ter ficado todo entusiasmado com a possibilidade de uma juntada clássica de sabonete e tu preocupada com a cortineca, hehehe

Eva disse...

Inda bem que não és muçulmana. Já pensou, rezar abaixadinha pra Meca no box?

Anônimo disse...

Maas bah, a cosa era tão pequena que nem o mais fiel dos muçulmanos conseguiria rezar para Meca. Nem o Komeini, o Bin Laden ou o mais dedicado integrante da Al Qaeda.
Com isso, imagina se a juntada cRássica era possível?? Craro que não.
Para terem noção, pensem num retangulinho de 50 cm X 70 cm ? Pensaram? Pois é, não adianta pensar, para saber, só experimentando.
É isso.
Ass.
O Marido.