quarta-feira, 18 de julho de 2007

Intuição tem conserto?




Acho que preciso mandar a minha pra calibragem. Esvaziei a bolsa antes de sair de casa: 20 reais e a carteira de motorista eram suficientes. Tá, um batonzinho não faz mal pra ninguém. Sei lá, hoje fiquei com um pressentimento de que alguém pudesse querer afanar a minha bolsa. Mas voltei pra casa com o batonzinho intacto, graças. Passei na frente de uma lotérica e pensei ‘acho que é hoje’. E isso que eu não sou de jogar. Acabo de conferir os números e acertei um. Será que vale uma bala ou um adesivo?
Acho que ainda estou impressionada com a tragédia do vôo da TAM. Fiquei pensando se nenhum dos passageiros teve alguma espécie de intuição pré-embarque. E então comecei meu treinamento de previsão do futuro. Acho que a minha carreira como vidente-médium-sensitiva durou menos de 24 horas. Vou enfiar todas as tralhas na bolsa again.

Um comentário:

Eva disse...

Sabe que depois do acontecido, eu volta e meia fico achando que havia na minha volta sinais de que aquilo iria acontecer, ou que determinada sensação naqaeuele momento indecifrável que tive na verdade era um sinal ou coisa assim. Mas seria tão mais legal e útil entender os sinais antes, né?