quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Pára com o porcentual

Sou uma ouvinte compulsiva de rádio. Como passo muito, muito tempo no carro (é a sina de quem mora na zona sul de Porto Alegre, fato agravado por estudar longe demais das capitais), ouvir rádio é ótimo pra distrair e informar. E deixar chateada também.
O que tem me irritado ultimamente é a insistência da Band FM (uma rádio cheia de coisas boas, aliás) em falar em porcentual, assim, com O mesmo.
Porcentual não existe. Nem o Houaiss, o melhor dicionário da língua portuguesa, que traz tudo tudo tudo fala na possibilidade remota de existir um porcentual. Porcentual tá errado. Pessoas com razoável noção do idioma não falam porcentual. E gente que trabalha com texto em rádio deveria ter noções razoáveis de português.
Toda vez que meu ouvido é ferido com o porcentual da Band FM, tenho vontade de gritar: falem Percentual, com E. E de estúpido!
Falta noção não só pro redator da rádio, mas também pros locutores que macacalmente repetem o erro do redator umas trocentas vezes por dia há meses, e pro pessoal de relacionamento com o ouvinte, que ignorou as minhas várias manifestações a respeito.
Tô pê da vida. Pê com P e E.

6 comentários:

venuss disse...

frase mais do que batida: errar é humano, persistir no erro é Band FM.
Tu ligou pra rádio? e o que eles disseram?

Anônimo disse...

Menos, menos..., o Aurélio traz "porcentual" como palavra válida. O Michaelis também. Além disso, tanto "per cento", como "por cento" tem origem estrangeira. Porcentual tem origem no Francês "pourcentage", enquanto percentual tem origem no inglês percent que deriva diretamente do latim per centum. Ambas as formas são válidas, embora percentual seja, de fato, mais erudito, até mesmo o Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras registre igualmente ambas as formas, bem como o II Congresso Brasileiro de Matemática, realizado em Porto Alegre em 1957, tenha oficializado a forma porcentagem.

venuss disse...

que gente culta que freqüenta o Calçolas. Tô pensando até em estender um tapete vermelho na porta. Seja bem-vindo(a) anônimo(a) conhecedor de línguas.

Eva disse...

Qurida venuss, eu mandei mails e torpedos pra rádio. Nunca ninguém respondeu.
Caro(a) anônimo(a), adorei a aula, superobrigada. Minha dúvida agora é: será que apago meu texto do blog, ou deixo registrado como prova da minha falta de noção?

venuss disse...

deixa publicado. Pq vamo combiná, porcentual, por mais que esteja correto, dói no ouvido, não é?

Ana Luísa disse...

Para mim, porcentual dói no ouvido como risco de morte. É feio, não adianta estar no dicionário, continua feio. Marimbondo também está no Houaiss (ou no Aurélio?). Achei que fosse a única ranzinza a fazer caretas cada vez que ouvia o bendito porcentual!