segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Novos capítulos e novela

Tentativa de retorno: 1, 2, 3 testando.

Marido e eu tiramos dois dias em meio ao caos de trabalho instalado. Sair sempre traz de brinde o descanso, mas também implica em apressar o que deve ser finalizado na pré-saída e correr com o que ficou logo que se retorna.

Desinstalar modo reclamão: 1, 2, 3 testando.

Marido e eu tiramos dois dias pra viajar e descansar. Lá pelas tantas, resolvi comprar um chapéu pra proteger parte dessa brancura toda que vos escreve.

Modo parênteses acionado: 1, 2, 3 testando.

Logo que vim morar em Porto Alegre, na primeira agência de propaganda em que eu trabalhava, o estagiário-faz-tudo da criação era um guri negro boa pinta galanteador de no máximo 17. Na primeira vez em que fui trabalhar de saia, antes mesmo de me dar bom dia, ele me olhou espantado e disse: "venuss, como tu é branca!". E eu respondi: "Fulano, como tu é preto!" Pronto, morria ali todo o complexo de brancura que aqui residia, porque tem coisas que não se resolvem com talco ou com autobronzeador sabor fique laranja manchada.

Modo parênteses desinstalado: 1, 2, 3 prosseguir.

Pois então que achei um chapéu que era uma graça. Meio carinho, mas uma graça. Resolvi não comprar na hora e ver se encontrava algo próximo em outra loja, até pra comparar preços. Duas ou 3 lojas depois encontro o mesmo modelo, marca, mas em várias outras cores. Pergunto pelo $$ e a senhora me diz: 'ah, esses são os chapéus da novela. É da estilista da rede globo e SÓ nós vendemos por aqui'. E ela ainda quis me atochar um modelo verde porque 'é a última moda do verão e todo mundo vai usar'.

Quem conhece um pouco da minha vida sabe que a minha pesquisa do mestrado foi sobre moda em revista. Também sabe que eu me interesso pelo assunto. Por conseqüência, deve ter alguma noção do quanto me irrita ouvir um 'isso tá super na moda' como estratégia de venda. Páro por aqui porque o 'modo reclamão' já foi desinstalado e a laranja pode azedar em segundos se eu continuar nesse ritmo.

Mas fica uma dúvida: alguém pode por favor me dizer em que raio de novela tão usando uns chapéus de tecido de abas médias, coloridinhos e qual a atriz que vão dizer que eu estou copiando se eu sucumbir e comprar um desses porque protege do sol horrores e que combinou demais com a branquela aqui?

Modo agradecimento instalado. 1, 2, 3. Câmbio desligo.

7 comentários:

ale disse...

Putz, não estou assistindo nenhuma novela, então não posso te ajudar. Mas acho q se tu gostaste do chapéu e ficou bem, compra! Bj e bom descanso!!

Silvia disse...

Ahhh!!! adorei o modelo de conversa! Olha, também não sei qual novela pode ser essa do chapéu verde-da-moda (?)
Mas chapéu é muito bom. Graças a um bendito chapéu, não fiquei com a cabeça descascando nessas férias!
Quanto a ser muito branca, liga não. É muito mais difícil se manter branquinha do bronzeada! :)

Enio Luiz Vedovello disse...

A última novela que me lembro de ter assistido foi "Pantanal" na primeira vez que pessou, não a reprise do SBT de agora. Imagino que, apesar de lá ter aparecido um monte de chapéus, o seu não seria exatamente igual, então acho que desta vez não consigo ajudar...

Claudia Goulart disse...

Adorei a resposta pro negão!

Não tenho a menor idéia de onde estão usando os chapeus.

É muito legal o jeito que vc escreve. Parabéns!

Espero que o descanso tenha sido bom.
bjs

Édnei Pedroso disse...

Verde e pontudo? Deve ser em "Os Mutantes".=P

Claudinha disse...

:) adorei o texto! dei boas risadas!
o Toco mandou um ronnon pra vc!

Toninho Moura disse...

Novela..., deixa ver..., é esse lance que mantém milhões de pessoas na frente da televisão, para no dia seguinte comentarem o que aconteceu no capítulo como se fosse a vida real, e etc.
Ahf! Não vejo isso não!