sábado, 31 de maio de 2008

Dr. Maureci

Local: uma casa em reforma (portanto, a imagem do caos, um pandemônio e... ah, não, isso é assunto pra outro post). Então: uma casa em obras.
Personagens: Maureci, irmão do Valdeci e do Zé, mestre-de-obras, superexpert no assunto, e euzinha, achando que posso dar uma de gerente da obra mesmo sem saber á diferença entre rejunte e cimentocola.
Cena: eu converso com Maureci sobre a obra, tentando fazer cara de quem manja do assunto. E ele, confiando o bigodão, me dá opiniões de quem de fato manja do negócio. Aí reparo que o polegar dele está engessado. Pergunto se foi acidente de trabalho, ele me conta que não, que tropeçou no cachorro, que caiu (o Maureci, não o cachorro, nem o polegar). E que ficou doendo (agora tô falando do polegar, não do Maureci, nem do cahcorro), e muito, por dias. Pergunto se ele foi ao médico, ele diz, quase ofendido, que é claro que não, que médico fica receitando remédio, pedindo raio X e dizendo pra não trabalhar. E segue se vangloriando que a tal dorzona de polegar não passava e só aumentava. Digo: "tá, Maureci, mas aí tu foi botar o gesso numa emergência, né?" E ele, sorrindo faceiraço de modo que o bigodão chegasse muito perto das orelhas, se exibe todo: "imagina, dona. Eu sei tudo de obra, sei tudo de gesso, tenho todo material em casa. Eu mesmo me engessei."
Agora imagina o que o cara faria se estivesse com uma coronária obstruída!

5 comentários:

ale disse...

Ha ha ha! Muito bom!

Toninho Moura disse...

Veja bem! Eu já disse e vou repetir: Pois é!

Maroto disse...

reforma é o inferno e você ainda consegue achar do que rir. Haja bom humor, que bênção!

venuss disse...

Eu já ri tanto dessa façanha do Dr. Maureci e já contei pra um monte de gente que sempre ri junto. Inclusive tô querendo encaminhar um sobrinho do marido que torceu o pé pro Dr. Maureci, me passa o fone, plis.

Eva disse...

Ale: é, ao menos a reforma rende risadas. Inda bem.
Toninho: aham.
Maroto: Esse sensinho de humor é só a exceção pra confirmar a regra. Tô basicamente sempre de mau-humor nos últimos meses. Um inferno. Mas deve estar pior pro maridão, coitado.
venuss: ah, manda o guri lá, sim. O dr. Maureci dá um jeito no pé do sobrinho do marido usando um sarrafo de sobra de rodapé amarrado com arame.